Até onde vai o novo governo de Israel?

Em reportagem assinada por seu diretor de redação, Richard Stengel, a revista americana Time chegou às bancas com uma espetacular foto do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e com um debate sobre o que Bibi fará com tanto poder. Ele agora dirige o governo politicamente mais forte da história de Israel. Assim, questiona a Time: ele fará a paz [com os palestinos] ou a guerra [contra o Irã]?

Em reportagem publicada no site da Carta Capital nesta semana, eu faço uma humilde tentativa de responder a essas questões. Sobre a paz, é muito difícil dizer alguma coisa. O processo de negociação está parado, em grande parte por conta de Israel e do próprio Netanyahu, mas há problemas também do lado palestino, como a postura do Hamas e as divisões internas. Prevalece, para mim, a impressão de que Netanyahu não deseja fazer a paz.

Há poucos dias, conversei com um jornalista israelense que me disse uma coisa curiosa. Segundo ele, há muita gente séria em Israel que diz que a recente morte do pai de Netanyahu, Benzion, pode facilitar a paz. Para essas pessoas, Benzion era um “impedimento moral” para que Netanyahu negociasse a paz.

A questão iraniana também não depende só de Netanyahu. As atitudes do próprio Irã e, principalmente, dos Estados Unidos, serão determinantes. O caso é que analistas são unânimes em dizer que, ao trazer o partido de centro Kadima para sua coalizão, Netanyahu deixou tudo pronto para um possível ataque.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s