Os desenhos do cartunista argelino Ali Dilem

A série Samar Media com os “Cartunistas que Capturaram a Primavera Árabe” entrevistou Ali Dilem, famoso cartunista do jornal Liberté, da Argélia. Dilem conta no depoimento que seu primeiro desenho foi publicado num jornal lançado em 1989, pouco depois de o então ditador da Argélia, Chadli Bendjedid, acabar com as restrições à liberdade de imprensa em vigor.

A abertura feita por Chadli era um aceno do ditador para a sociedade de que uma transição para a democracia sob seu controle era possível. Após o massacre de 500 manifestantes em outubro de 1988, Chadli também permitiu a formação de partidos políticos e programou eleições livres. Nas eleições, a Frente de Salvação Islâmica teve um ótimo resultado no primeiro turno e, diante disso, a Frente de Libertação Nacional, a corrente que comandava a Argélia desde a independência da França, cancelou todo o pleito. O resultado disso foi uma guerra civil que deixou cerca de 200 mil mortos e acabou apenas em 2002.

Em seu depoimento, Dilem se diz um cético com a Primavera Árabe por conta do resultado que a abertura política da Argélia teve. Ele lamenta a legalização dos partidos islâmicos na Tunísia e no Egito, talvez implicitamente culpando grupos de ideologias semelhantes pela carnificina na Argélia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s