gafsa-tunisia

Redeyef, Gafsa, símbolo da marginalização na Tunísia

Um mini documentário publicado pelo site Al-Araby Al-Jadeed em dezembro de 2014 mostra como a Tunísia, após quatro anos de transição democrática, ainda continua sendo um país com regiões e contingentes populacionais altamente marginalizados.

O documentário foi realizado em Redeyef, cidade no governorado de Gafsa, onde se encontram as maiores minas de fosfato do mundo. Historicamente negligenciada, a região acostumou-se a ver sua riqueza natural ser extraída pela ditadura e por empresários ligados ao governo sem receber melhorias econômicas e sociais.

Redeyef. na fronteira com a Argélia
Redeyef. na fronteira com a Argélia

Em 2011, Gafsa foi um dos epicentros das revoltas que entraram para a história como a Revolução de Jasmim e terminaram com a derrubada de Zine El Abidine Ben Ali, o primeiro governante árabe da história a ser deposto após manifestações populares.

Quatro anos depois do início da transição, que transformou a Tunísia no único país árabe sob um regime democrático, Gafsa, como outras regiões do país, continuam esquecidas. O título do documentário, A Maldição do Fosfato, resume algumas das agruras a que a população local é submetida: água contaminada que provoca um problema crônico nos dentes, altas taxas de câncer e problemas respiratórios e desemprego crescente diante dos avanços tecnológicos na indústria da mineração.

O cenário de Gafsa é comum em outras partes da Tunísia, um país ainda marcado por injustiças, opressão e falta de perspectivas, ambiente de marginalização no qual a ideologia extremistas encontra terreno fértil para florescer.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s