Em vídeo, a punição coletiva de Israel contra civis palestinos

Durante a Segunda Intifada, Israel usou largamente uma política de punição coletiva cujo alvo eram as famílias dos palestinos que realizavam atentados contra interesses israelenses: quando os agressores eram identificados, a casa de suas famílias era demolida ou implodida. A intenção era “dar um exemplo” e coibir novos ataques. Encerrada a Segunda Intifada, a punição foi, até 2008, suspensa. Até 2014, quando o governo de Benjamin … Continuar lendo Em vídeo, a punição coletiva de Israel contra civis palestinos

Israel entende outra linguagem que não a da violência?

Nas últimas três semanas, está em curso uma onda de violência em Israel e na Palestina que traz um recado bastante claro ao governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. A estratégia de perpetuar o status quo, intensificando a ocupação dos territórios palestinos em troca de uma segurança precária aos cidadãos israelenses, não poderá ser sustentada para sempre. E pode, eventualmente, desmoronar, dando lugar a um conflito … Continuar lendo Israel entende outra linguagem que não a da violência?

Como Israel coloca em risco o apoio dos EUA

Ninguém pode negar que o premier de Israel, Benjamin Netanyahu, é um líder autoconfiante. Segundo em tempo de permanência na lista de primeiros-ministros do país, atrás do histórico David Ben Gurion, Netanyahu comanda um Exército formidável, tem apoio significativo da classe política e viu sua popularidade explodir desde o início da ofensiva contra o Hamas na Faixa de Gaza, em 8 de julho (apesar de … Continuar lendo Como Israel coloca em risco o apoio dos EUA

Os 2 milhões de escudos humanos do Hamas

Famílias retornam para Shujaiya no leste de Gaza, palco de alguns dos mais pesados ​​bombardeios israelenses (Foto: Foto: Iyad Al Baba/ Oxfam)
Famílias retornam para Shujaiya no leste de Gaza, palco de alguns dos mais pesados ​​bombardeios israelenses (Foto: Foto: Iyad Al Baba/ Oxfam)

O elevado número de civis palestinos mortos na Operação Protective Edge tem feito Israel, e seus defensores, baterem repetidas vezes na tecla de que o Hamas utiliza escudos humanos. O assunto é bastante controverso, mas a realidade é que, a despeito de Israel estar realizando ataques desproporcionais, a tática do Hamas de fato coloca toda a população da Faixa de Gaza em perigo.

Na quinta-feira 31, as Forças Armadas israelenses divulgaram dois vídeos importantes. O primeiro mostra imagens aparentemente captadas por drones do que seriam 12 lançamentos de foguetes a partir de áreas civis na Faixa de Gaza.

Continuar lendo “Os 2 milhões de escudos humanos do Hamas”

Sejamos sinceros, Israel não quer a paz

Veículo militar israelense na fronteira com a Faixa de Gaza (Foto: Israel Defense Forces / Flickr)
Veículo militar israelense na fronteira com a Faixa de Gaza (Foto: Israel Defense Forces / Flickr)

Quem acompanha minimamente o noticiário internacional e já ouviu falar do conflito entre Israel e os palestinos conhece a versão segundo a qual a culpa pela violência é das duas partes. Esta explicação já foi verdadeira, como comprovam os abusos cometidos de parte a parte ao longo do último século, mas a cada nova crise ela se enfraquece. O passar do tempo tem tornado óbvia a responsabilidade maior de Israel pela perpetuação da tragédia. A atual ofensiva, aberta em 8 de julho com o início da operação Protective Edge (Borda Protetora), escancara a intenção israelense de, custe o que custar, levantar barreiras à formação do Estado palestino.

Continuar lendo “Sejamos sinceros, Israel não quer a paz”

Os palestinos existem, sim

No último mês, a tensão entre Israel e Palestina tem se acentuado. O assassinato de três israelenses e um palestino, este queimado vivo, gerou episódios de xenofobia, violência intercomunitária, e a escalada para um novo confronto entre as Forças Armadas israelenses e grupos militantes palestinos, como o Hamas, está à espreita.

Continuar lendo “Os palestinos existem, sim”